Mauriti realiza Conferência Municipal do Meio Ambiente

 

A 1ª Conferência Municipal de Meio Ambiente do município de Mauriti foi bastante concorrida. Professores, representantes de Ong’s, funcionários públicos, alunos de faculdades e de escolas públicas, além de comunidade local participaram do fórum que tem como tema central das discussões os Resíduos Sólidos. O evento é uma realização do governo municipal através da Secretaria Municipal do Meio Ambiente, e ocorreu nessa quinta-feira, 16, no Plenário da Câmara de Vereadores.

A conferência tem como objetivo ampliar a participação e discussão da sociedade civil e do poder público, visando apresentar propostas à política municipal de meio ambiente e fortalecimento dos Sistemas Nacional, Estadual e Municipal do meio ambiente.

Segundo a biologa Vanda Lucia Roseno, palestrante da conferência, esse momento também é um importante instrumento de educação ambiental, e uma chance de os cidadãos se apropriarem localmente dos compromissos planetários, assumindo responsabilidades para construção de sociedades sustentáveis. “É essencial que todos os brasileiros discutam a implementação da Política Nacional de Resíduos Sólidos, para que encontremos soluções para um dos problemas ambientais mais graves que o país tem: a destinação inadequada dos resíduos sólidos, ou o chamado lixo, que é gerado por todos nós”, relatou a palestrante bióloga, Vanda Lucia Roseno.

Segundo a lei da política, a responsabilidade pela destinação adequada dos resíduos sólidos é compartilhada, ou seja, dos governos, empresas e toda sociedade. Diante disso, quatro eixos norteiam as discussões da 1ª Conferência Municipal do Meio Ambiente: Produção e Consumo Sustentáveis; Redução dos Impactos Ambientais; Geração de Emprego e Renda; Educação Ambiental.

O prefeito da cidade, Evanildo Simão, conta que a meta do município é qualificar o poder público, setor privado, sociedade civil organizada, cooperativas e cidadãos para reduzir a geração dos resíduos sólidos. “Também é fundamental que tenhamos um novo olhar sobre os resíduos sólidos, reconhecendo-os como um bem econômico e de valor social, gerador de trabalho e renda”, declarou Evanildo Simão.

Ainda segundo o prefeito, com a criação da Secretaria Municipal de Meio Ambiente o governo vai buscar sempre fazer campanhas de conscientização para práticas sustentáveis junto às comunidades do município. “Faremos uma campanha de conscientização nas escolas e nos órgãos municipais. Como multiplicadores dessa nova prática, alunos e funcionários públicos, a perspectiva é que essa condição seja uma prática comum no seio da família, e assim, de todo a sociedade local”, explicou Evanildo Simão.

Por – Raquel Linhares

 

Compartilhe
Home As Notícias Mauriti realiza Conferência Municipal do Meio Ambiente

Entre em Contato com a Prefeitura

Horário de Atendimento:  de Segunda à Sexta das 08h00 às 14h00

Rua Capitão Miguel Dantas, S/M - Centro - Mauriti - CE